Sensibilidade ao contraste

Este teste avalia a qualidade da função visual, medindo a habilidade de se ver detalhes em níveis de baixo contraste.

Utilizado em pesquisas clínicas e rotineiramente para se diagnosticar e acompanhar diferentes problemas visuais é utilizado pelos médicos para se avaliar alterações ao longo do tempo e para aumentar o entendimento de como os valores descrevem disfunções visuais.

As informações visuais são importantes nestes casos:

  • Na comunicação , uma vez que as suaves sombras em nossas faces carregam informações visuais relacionadas com as expressões faciais;

  • Na orientação e na mobilidade, onde nós precisamos ver formas de baixo contraste como a beira da calçada, pequenas sombras e quando estamos descendo escadas;

  • Nas tarefas do dia-a-dia, onde há várias tarefas como, cortar uma cebola em uma superfície de cor clara, colocar café em uma caneca de cor escura, checar a qualidade das roupas quando as estamos passando, etc;

  • Nas tarefas visuais como ler ou escrever quando as informações de contraste são pobres de qualidade como, por exemplo, no escuro.